My CMS
Destaque

Atenção! Golpistas usam nome do Sinfazfisco-MG para aplicar golpes em filiados

O Sinfazfisco-MG, teve conhecimento de que golpistas estão se passando por advogados e colaboradores do Departamento Jurídico do Sindicato, e entrando em contato com filiados na tentativa de extorquir valores relacionados a ações judiciais sobre possíveis valores a receber.

Nas mensagens são utilizados nomes parecidos com de nossos advogados, para tentar convencer de que as mensagens são reais e os filiados possuem valores a receber. (veja nas imagens abaixo)

Importante atentar, que o contato utilizado pelos golpistas para enviar as mensagens, às vezes, utiliza o nome incorreto do Sinfazfisco-MG, bem como um endereço de e-mail e número de telefone que não pertencem Sindicato, além de tais mensagens conterem erros crassos de português.

O Sinfazfisco-MG informa que:

  • Não solicita o envio de valores para contas, para que o filiado receba algum valor contido em ações judiciais;
  • Se utiliza somente da ferramentaAtendimento Jurídico (disponível em nosso site), para tratar de assuntos relacionados a ganhos judiciais, bem como de outras ações de interesse do filiado, exatamente para segurança do filiado e evitar esse tipo de golpe.

Essas mensagens enviadas por WhatsApp, tratam-se de GOLPES que estão tentando aplicar em nossos filiados, que precisam ficar atentos para não serem ludibriados.

Alertamos aos filiados que, caso recebam mensagens ou ligações semelhantes, desliguem o telefone, e entrem em contato com o Departamento Jurídico pelo telefone (31) 3226-8280 – Ramal 1, para confirmar se o contato realmente veio do Sindicato.

Por fim, que fiquem atentos para o nome correto do Sindicato, o nome dos nossos advogados, bem como outros sinais da mensagem, tais como erros crassos de português, bem como o pedido para “envio de valores”, porque o Sinfazfisco-MG não solicita valores aos seus filiados para receber nada.

Estes cuidados são importantes para não correrem o risco de cair em nenhum golpe.

O Sinfazfisco-MG já está tomando as providências legais cabíveis em relação ao caso.

O DEPARTAMENTO JURÍDICO

Related posts

PEC paralela da Previdência é aprovada no Senado

Nínive Ramos

Filiado do Sinfazfisco-MG obtém vitória jurídica e passa a receber sete vezes mais

Nínive Ramos

Comunicado

Tiago Viana

Leave a Comment